22.2 C
Barra de São Francisco
90

Procon interdita mais um açougue de supermercado, com 300 kg de carne imprópria para consumo

Date:

Compartilhe:

Os preços praticados estavam bem abaixo do mercado. músculo bovino, a R$ 19,00, patinho a R$ 21,99 e ainda por cima, com a marca da Frisa, frigorífico de Colatina. Mas, o que Procon Municipal encontrou em supermercado do centro da cidade, na avenida Edinho Pereira, na tarde desta quarta-feira, 12, foram mais de 300 kg de carne imprópria para consumo, algumas com manchas azuis (sinal de deterioração), além de muitas moscas e total falta de higiene.

O coordenador do Procon Municipal, Maurício Vieira dos Santos Marins, que vem comandando pessoalmente as diligências, não informou se o estabelecimento terá que pagar multa.

Esta é a segunda apreensão de carne imprópria para consumo em supermercados da cidade. Ainda esta semana, a equipe também apreendeu mais de 80 kg de carne sem procedência e imprópria para consumo em um supermercado da Vila Vicente.

Após a ação em parceria com a Vigilância Sanitária, realizada na terça-feira, 11, de fiscalização e orientação educativa em 32 estabelecimentos de açougue e supermercados, as denúncias começaram a ser feitas diretamente pelos consumidores, levando o Procon a agir.

Na fiscalização coletiva em praticamente todos os açougues algum tipo de irregularidade foi constatado, sendo a mais comum a falta de informação sobre a origem das carnes. À exceção foi uma empresa que cumpriu com todas as normas sanitárias, localizada no Patrimônio das Moças, saída para Mantena (MG).

A ação faz parte de uma operação conjunta entre as secretarias municipais de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e de Políticas para as Mulheres, e a de Saúde. Entre as principais irregularidades está o manuseio impróprio dos produtos, também foram encontrados produtos sem as datas de fabricação e validade bem visíveis e a falta de informação sobre a origem das carnes.

De acordo com o secretário de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e de Políticas para as Mulheres, Maurício Vieira dos Santos Marins, a denúncia mais comum com relação aos açougues é de que o preço da arroba do boi baixou, mas o preço da carne no açougue continua o mesmo.

“Tendo em vista que nós temos recebido algumas reclamações de que o preço da arroba do boi baixou, mas o preço da carne no açougue continua o mesmo, buscamos realizar ações para verificar a coerência das denúncias e orientar aos açougueiros e comerciantes para se adequarem aos preços correto de mercado”, disse o secretário.

A agente de fiscalização do Procon Municipal, Debora Mello, alertou aos comerciantes quanto a transparência das informações dos produtos. “É importante deixar bem claro para o consumidor todas as informações das carnes, que ele (consumidor) está comprando. No balcão do açougue tem que estar legível de qual frigorífico a carne é fornecida, data de fabricação e de validade dos produtos”, explicou.

Já o agente de fiscalização, Johnny Brando, atentou quanto ao mal uso de equipamento e possível exposição e contaminação das carnes e no ambiente.

“Ao todo nos 32 estabelecimentos, observamos questões de produto impróprio, seja no manuseio ou no ambiente de trabalho. De acordo com a resolução 216/2004 da Anvisa, é obrigatório o uso de luvas, toucas, mascaras e ao manusear o corte da carne, não deixar por perto lixo ou material de limpeza, pois pode acabar contaminando as carnes.

Denúncias

Os consumidores que se sentirem lesados podem registrar suas denúncias e reclamações pelo whatsapp: (27) 3756-8021. Importante enviar os dados pessoais completos como nome, endereço, telefone, CPF e Carteira de Identidade e fotos que comprovem a denúncia ou a relação de consumo, como nota fiscal, anúncios publicitários, dentre outros.

Participaram da ação o coordenador Geral do Procon Municipal, Maurício Marins; os agentes de fiscalização Debora Mello e Johnny Brando; e os fiscais sanitários da Vigilância Sanitária, Saulo Rodrigues Wolffgram, Luis Afonso Pereira e Marcos Suel de Souza.

Fonte: Secom/ PMBSF

-publicidade-spot_img

━ MAIS LINKS

Ocupação do MST em São Mateus: Jornada pela Reforma Agrária em Destaque

Ocupação do MST em São Mateus: Jornada pela Reforma Agrária em Destaque Na madrugada da última quarta-feira (17), mais de 200 famílias vinculadas ao...

Buscas Intensas em Pinheiros Continuam sem Resultados

Buscas Intensas em Pinheiros Continuam sem Resultados O desaparecimento da jovem Samanta Teixeira de Oliveira Teodoro, de apenas 14 anos, tem mobilizado equipes de...

Correios divulga cargos para novo concurso público; veja o cronograma

Os Correios divulgaram nesta terça-feira (16) novos detalhes do concurso público da estatal. Em setembro, a empresa irá publicar um edital de nível médio,...

Suspeito Preso por Participação na Morte de Jovem em Marilândia: Detalhes do Caso

Suspeito Preso por Participação na Morte de Jovem em Marilândia: Detalhes do Caso Introdução: A investigação sobre o desaparecimento e morte da jovem Thamyris...

Justiça determina prisão de pai e filho suspeitos de homicídio em Montanha: Entenda o caso

Justiça determina prisão de pai e filho suspeitos de homicídio em Montanha: Entenda o caso Introdução: A Justiça expediu mandado de prisão para Itamar...

Deixe um Comentário

Por favor, insira seu comentário!
Seu comentário está aguardando moderação