20.1 C
Barra de São Francisco
90

PM Puxa Mulher pelo Cabelo e Atira Gás de Pimenta no Rosto Após Confusão no Norte do ES

Date:

Compartilhe:

PM Puxa Mulher pelo Cabelo e Atira Gás de Pimenta no Rosto Após Confusão no Norte do ES No último sábado (25), uma situação polêmica envolvendo a Polícia Militar foi registrada no Centro de Aracruz, no Norte do Espírito Santo. Segundo informações, dois policiais militares detiveram um homem em meio a uma confusão, enquanto sua companheira tentou intervir, resultando em uma abordagem violenta.

O incidente ocorreu à noite e foi capturado em vídeo, divulgado pelo site de notícias local. As imagens mostram dois PMs tentando conter um homem, que já estava algemado e rendido. Em determinado momento, um dos policiais tentou dar um chute na mulher, que acompanhava a ação de perto. Ela se queixou que a abordagem estava machucando seu parceiro. Mesmo algemado, o homem foi forçado para dentro do compartimento traseiro da viatura policial.

A situação escalou quando a mulher, tentando dialogar com os policiais, teve o rosto atingido por spray de pimenta. Mesmo após a primeira aplicação, o policial continuou a ação, puxando a mulher pelo cabelo e aplicando mais gás de pimenta. A brutalidade da cena chocou os presentes e foi amplamente criticada nas redes sociais.

Em nota, a Polícia Militar informou que o homem havia começado a gritar e atravessar a avenida em zigue-zague, desrespeitando a presença policial e tentando agredir a equipe de segurança. Foi dada voz de prisão por lesão corporal e perturbação da ordem pública, mas ele resistiu, necessitando o uso de algemas e força moderada para contê-lo. A mulher, de 35 anos, também tentou impedir a ação policial e foi contida com gás de pimenta. Ambos foram levados à Delegacia de Aracruz.

A Polícia Civil, em resposta às perguntas da Rede Notícia, informou que o homem, de 27 anos, foi autuado em flagrante por resistência à ação policial e lesão corporal. Sem pagar a fiança estipulada, ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Aracruz. A mulher prestou depoimento e foi liberada.

A conduta dos policiais ainda não foi esclarecida pela Polícia Militar, que não informou se haverá investigação sobre o uso excessivo de força na abordagem. O episódio gerou debates sobre a atuação da polícia em situações de desordem pública e o tratamento dado aos cidadãos durante abordagens.

Este incidente no Norte do Espírito Santo é mais um capítulo na discussão sobre os limites do uso da força policial e o respeito aos direitos humanos, destacando a necessidade de protocolos claros e treinamentos adequados para os agentes de segurança.

-publicidade-spot_img

━ MAIS LINKS

Justiça Manda Prender Treinador Suspeito de Abuso Sexual Contra Atleta em Colatina

Justiça Manda Prender Treinador Suspeito de Abuso Sexual Contra Atleta em ColatinaA Justiça do Espírito Santo emitiu uma ordem de prisão preventiva contra um...

Morre Chrystian, cantor da dupla “Chrystian e Ralf”

O cantor Chrystian, 67 anos, que fez parte da dupla "Chrystian e Ralf", morreu na noite desta quarta-feira (19). O artista estava internado em...

Análise: Inter Retoma Modelo com Dois Pontas e Ganha Moral para o Gre-Nal

Análise: Inter Retoma Modelo com Dois Pontas e Ganha Moral para o Gre-Nal Em um momento crucial, o técnico Eduardo Coudet mostrou sua habilidade tática...

Microsoft Flight Simulator

O Microsoft Flight Simulator é uma renomada série de simuladores de voo desenvolvida pela Microsoft. Conhecido por sua precisão e realismo, o jogo oferece...

Tragédia em Cariacica: Menina de 6 Anos é Espancada Até a Morte e Mãe Está em Estado Grave

Tragédia em Cariacica: Menina de 6 Anos é Espancada Até a Morte e Mãe Está em Estado Grave Uma tragédia chocou os moradores do bairro...

Deixe um Comentário

Por favor, insira seu comentário!
Seu comentário está aguardando moderação