24 C
Barra de São Francisco
90

Ocupação do MST em São Mateus: Jornada pela Reforma Agrária em Destaque

Date:

Compartilhe:

Ocupação do MST em São Mateus: Jornada pela Reforma Agrária em Destaque Na madrugada da última quarta-feira (17), mais de 200 famílias vinculadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam a Fazenda Coqueirinho, situada às margens da rodovia ES 381, em São Mateus, no Norte do Espírito Santo. Esta ação é parte integrante da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária, uma iniciativa que está se desdobrando em diversos estados do Brasil.

A Fazenda Coqueirinho, com seus 294 hectares, dos quais 28 são considerados devolutos pelo MST, foi o local escolhido para a ocupação. Anteriormente, a área abrigava uma fábrica de farinha de mandioca e agora está envolta em disputas judiciais relacionadas ao não cumprimento de direitos trabalhistas.

O MST destaca que a ocupação ocorre em memória ao Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996, onde 21 Sem Terra foram brutalmente assassinados. Sob o lema “Ocupar para o Brasil alimentar”, a Jornada Nacional em defesa da Reforma Agrária é apresentada como uma resposta urgente para a produção de alimentos saudáveis, combatendo a fome, gerando emprego e impulsionando o desenvolvimento do país.

O movimento reivindica as áreas ocupadas para a promoção de assentamentos e a efetivação da reforma agrária. Destaca-se a importância dessa iniciativa diante do contexto atual, onde o orçamento destinado à política de reforma agrária é o menor dos últimos 20 anos, conforme argumenta o MST em nota oficial.

Por outro lado, a ocupação acontece em um momento estratégico, às vésperas do lançamento pelo governo federal do Programa Terra para Gente. Este programa, anunciado recentemente pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, visa acelerar o processo de assentamento de famílias no Brasil. O objetivo é disponibilizar terras improdutivas e devolutas para reforma agrária e demarcação de territórios para comunidades quilombolas.

O MST responde à iniciativa governamental com suas ações, reafirmando a importância da luta pela reforma agrária e o acesso à terra como um direito fundamental. Esta movimentação destaca a urgência de uma transformação estrutural no cenário agrário brasileiro, visando garantir uma distribuição mais equitativa de recursos e promover um desenvolvimento verdadeiramente inclusivo.

-publicidade-spot_img

━ MAIS LINKS

Among US Ganha Popularidade e Continua a Ser Sucesso Global

Among US Ganha Popularidade e Continua a Ser Sucesso Global O fenômeno "Among Us" tem conquistado o mundo dos games desde seu lançamento em...

Grave Acidente na BR 101 no Norte do Espírito Santo Deixa uma Pessoa Morta e Quatro Feridas

Grave Acidente na BR 101 no Norte do Espírito Santo Deixa uma Pessoa Morta e Quatro Feridas Na tarde desta terça-feira (21), um trágico...

Atleta de Jiu-Jítsu do Espírito Santo Conquista Título nos EUA e Mira o Mundial

Atleta de Jiu-Jítsu do Espírito Santo Conquista Título nos EUA e Mira o Mundial O jovem faixa marrom de 25 anos, José Matheus Marchi...

Adolescente de 16 Anos é Assassinado a Tiros em Colatina: Comunidade em Choque

Adolescente de 16 Anos é Assassinado a Tiros em Colatina: Comunidade em Choque No último sábado, dia 18, um trágico acontecimento abalou a tranquilidade...

O que está por trás do sumiço dos radares nas estradas de Nova Venécia e de todo o ES?

O que está por trás do sumiço dos radares nas estradas de Nova Venécia e de todo o ES? O desaparecimento dos radares nas...

Deixe um Comentário

Por favor, insira seu comentário!
Seu comentário está aguardando moderação