21.8 C
Barra de São Francisco
90

Comunidade e autoridades se unem em busca de solução para os moradores em situação de rua

Date:

Compartilhe:

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos, prometeu que vai dar uma solução para o problema dos moradores em situação de rua que estão aterrorizando os moradores da Rua Mineira, região do bairro Irmãos Fernandes. Dos Anjos convocou uma reunião com a comunidade, com a presença das forças de segurança – polícias civil e militar.

Veja a íntegra da reunião no link: https://www.youtube.com/live/HKEtmXUHKTs?si=xkfoqSfN-nwec_Bx

A primeira parte da reunião teve falas de diversos moradores, além do presidente da Associação dos Feirantes, Daniel Andrade e do ex-presidente da Associação dos Moradores do Bairro Irmãos Fernandes, Sulimar Valério, o Mazinho.

Todos eles foram unânimes em relatar as condições precárias em que a comunidade da Rua Mineira está vivendo, com os mendigos defecando nas varandas das residências, ameaçando as pessoas para conseguir dinheiro e comprar cachaça e até roubando as pessoas.

Uma das principais reclamações dos moradores foi quanto aos mercadinhos da região, que vendem bebida alcoólica aos moradores em situação de rua.

Ações propostas

O prefeito Enivaldo dos Anjos colocou em votação algumas medidas para mitigar o problema causado pelos moradores em situação de rua, como a poda das árvores e a proibição de exposição de produtos nas calçadas pelos quilões da Rua Mineira. Ficou definido que esses quilões não poderão mais expor produtos nas calçadas, a partir da próxima segunda-feira, 25.

O comandante do 4º Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CPOR) Noroeste, coronel Rômulo Dias, destacou a importância de discutir estes assuntos dentro do ambiente do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM).

Ele destacou que o problema do morador em situação de rua não é privilégio de Barra de São Francisco e citou o problema em Colatina, onde houve pelo menos três óbitos relacionados aos moradores de rua. Ele observou que o pessoal da assistência social, por exemplo, tem medo de andar com a polícia, porque depois podem ser perseguidas pela polícia.

Dias observou ainda que é preciso fazer uma triagem e cadastro dos moradores, identificar os que têm moradia fixa, os que são de fora da cidade e disse que tem muitas prefeituras que mandam seus moradores em situação de rua para municípios vizinhos.

O comandante do CPOR garantiu ainda que já alinhou com o comandante do 11º BPM, para fazer abordagens diárias em três turnos, com o cadastro social dos indivíduos que estão no local, sempre buscando retirar de circulação pessoas com objetos como facas, canivetes e outros objetos que possam ser usados para ferir pessoas.

O policiamento também será feito exclusivo para a feira, nas quartas e sábados, das 7h às 14h, para dar mais segurança à população.

O tenente-coronel Fabrício Segato, comandante do 11º BPM, falou sobre sua experiência como comandante do policiamento em Aracruz, onde houve uma integração da comunidade, um grupo para debater, mediante encontros regulares e, de 15 em dias, realizarem reuniões de avaliação do avanço das medidas tomadas para proteger a sociedade.

O delegado Landulpho Lintz, superintendente de Polícia Civil Regional Noroeste (SPRNO), parabenizou a comunidade francisquense pela forte participação no evento, demonstrando que a sociedade está envolvida e participativa.

Lintz explicou sobre algumas questões que a Polícia Civil não tem como intervir, que são os crimes de menor potencial ofensivo, inclusive a posse de armas brancas, pois a lei é clara e eles não têm como descumpri-la.

O delegado Lintz elogiou muito o trabalho desenvolvido pelo prefeito de Barra de São Francisco na área social e destacou que a política social não traz votos, mas o prefeito não está preocupado com votos, mas em ajudar a comunidade.

Já o delegado regional Leonardo Forattini, relatou que está há quatro anos no comando da 14ª DRPC, mas vive em Barra de São Francisco há mais de 10 anos e conhece bem a cidade.

“O que me deixa mais confortável para essa reunião de hoje é saber que a gente está tratando de problemas com moradores em situação de rua. A gente tem a satisfação, a consciência de nosso trabalho conjunto com a polícia militar, a gente ter retirado os principais, traficantes, homicidas e estupradores, a maioria delas, estão fora de circulação”.

Forattini disse ainda que, em referência ao incidente, a tentativa de homicídio, no último sábado, na rua da feira, ele garantiu que vai resolver a situação o mais rápido possível. O delegado ressaltou ainda que a resolutividade da polícia civil em Barra de São Francisco é de 60%, uma das maiores do país, que tem média de resolutividade de 8%.

Fonte: Secom/PMBSF13

━ MAIS LINKS

Popó x Bambam lutam hoje: veja onde assistir ao vivo e outros duelos

O lutador de boxe Acelino Popó Freitas enfrenta o ex-BBB Kleber Bambam neste sábado (24), pelo Fight Music Show 4, em São Paulo. O evento começa...

Morre bebê de 6 meses vítima de grave acidente entre Vila Pavão e Nova Venécia

Neste domingo trágico, uma família foi devastada por um acidente fatal na rodovia ES 220, em Vila Pavão, Norte do Espírito Santo, resultando na...

Pai atira no próprio filho por não aceitar namorada em casa em Água Doce do Norte

Pai atira no próprio filho por não aceitar namorada em casa em Água Doce do NorteNoite de quinta-feira (22) foi marcada por um incidente...

Tragédia em Colatina: Empresário Assassinado e Comunidade em Choque

Empresário é morto a tiros dentro de caminhonete e irmão fica ferido em Colatina, no ES Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação...

Jovem é assassinado enquanto cortava o cabelo, em Barra de São Francisco

Um jovem identificado como Erick Ramos Sampaio (Tiribinha), foi assassinado na noite desta quinta-feira, 22, no bairro Nova Barra, em Barra de São Francisco. De acordo...

Deixe um Comentário

Por favor, insira seu comentário!
Seu comentário está aguardando moderação