Diácono de igreja evangélica é preso por manter relações sexuais com adolescente na Serra

Luiz Antônio foi preso em Aracruz, enquanto trabalhava | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um diácono de uma igreja evangélica foi preso nesta segunda-feira (13), após ter sido condenado por estuprar uma adolescente que frequentava a mesma instituição religiosa que ele. Os crimes, segundo as investigações, aconteceram entre 2013 e 2014, quando a vítima tinha de 13 para 14 anos.

Luiz Antônio Schelemberg, de 46 anos, foi preso por policiais civis da Superintendência de Polícia Interestadual e Capturas (SPIC), no bairro de Fátima, em Aracruz, no norte do Estado. Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela 4ª Vara Criminal da Serra, pelo crime de estupro de vulnerável.

De acordo com o delegado Marcos Aurélio Oliveira, responsável pela SPIC, o acusado foi preso em seu local de trabalho. Ele estava morando em Aracruz, onde trabalhava como marceneiro.

Condenação

O diácono foi condenado a 10 anos e 11 meses pelo crime. Luiz Antônio já havia sido preso no dia 4 de fevereiro de 2014, no bairro São Domingos, na Serra, mas acabou conseguindo o direito de responder pelo crime em liberdade. O mandado de prisão contra ele foi expedido na última sexta-feira (10).

Segundo a polícia, o acusado admitiu ter mantido um relacionamento amoroso com a menina e afirmou que as relações eram consentidas. As investigações da Polícia Civil apontaram que os dois frequentavam a mesma igreja e se conheceram durante os cultos.

Ainda de acordo com as investigações na época, a primeira relação sexual do acusado com a vítima foi em setembro de 2013, na empresa de Schelemberg, quando a menina ainda tinha 13 anos. Desde então, eles mantinham um relacionamento. O acusado é casado e possui quatro filhos.

Fonte: Folha Vitória