Policial capixaba mata homem que encontrou dentro de casa com a esposa

O PM Iltemir de Araújo Machado disse que estava trabalhando, mas precisou voltar em casa, por volta de 1h da madrugada, para buscar um objeto que tinha esquecido e fez o flagrante.

Por Daniela Carla, TV Gazeta

Um policial militar confessou que matou um homem dentro do apartamento dele em Vila Velha, no Espírito Santo, na madrugada desta segunda-feira (23). À polícia, o PM contou que a vítima era amante da esposa dele. Mas a mulher negou, alegando que se tratava de um amigo. A vítima tinha 31 anos e levou um tiro no queixo.

Versão do policial

O PM Iltemir de Araújo Machado disse que estava trabalhando, mas precisou voltar em casa, por volta de 1h da madrugada, para buscar um objeto que tinha esquecido e fez o flagrante.

Ao chegar em casa, Iltemir disse que encontrou a esposa em um tanque lavando o cabelo e escutou uma tosse masculina no banheiro. Ele perguntou para a mulher de quem era a tosse e ela desconversou.

O policial foi então até o banheiro, forçou a porta e encontrou o homem de 31 anos no local. Os dois começaram a trocar socos e agressões.

Segundo o policial, o homem tentou tirar a arma dele e foi aí que ele atirou no queixo da vítima. A bala atravessou a nuca e ele morreu no local.

Versão da mulher

A esposa negou que o homem morto era amante dela e disse ainda que se tratava de um amigo que tinha ido à casa dela para conversar.

Na delegacia

O policial e a esposa foram levados para a Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, em Vitória, onde prestaram depoimento.

Parentes do homem morto também estiveram na delegacia, mas não falaram com a reportagem.

O que dizem as polícias Civil e Militar

A Polícia Civil informou que a ocorrência está em andamento.

A Polícia Militar disse que o policial foi autuado pelo crime de homicídio e, após a audiência de custódia, caso o juiz conforme a prisão, ele será encaminhado ao presídio militar, onde permanecerá à disposição da Justiça.