Suspeita de abandonar recém-nascida se apresenta à polícia em Nova Venécia

Uma mulher, suspeita de abandonar uma recém-nascida em Nova Venécia, noroeste do Estado, no último fim de semana, se apresentou à polícia na manhã desta quarta-feira (10). A mulher afirmou ser a mãe da criança e prestou depoimento na delegacia do município.

De acordo com a polícia, após ser ouvida, ela foi encaminhada para fazer um exame de DNA, que comprovará se ela é mesmo a mãe do bebê. O resultado está previsto para ficar pronto dentro de 30 dias e o caso seguirá sob investigação.

A recém-nascida foi encontrada, no último sábado (06), com o cordão umbilical enrolado por um fio dental. Ela estava entre plantas no jardim de uma casa, no bairro Margareth.

Moradores da região ouviram o choro da criança, que já estava sendo atacada por formigas. Uma moradora, que tem uma filha de dez meses, se sensibilizou e amamentou a bebê por cerca de 20 minutos.

Após ser encaminhado para o hospital São Marcos, a recém-nascida foi transferida para o hospital maternidade, em São Mateus, para avaliações, e ficará sob responsabilidade do conselho tutelar do município.

A vizinha é a secretária Silvana Lemos Barbosa, de 27 anos. Ela contou que a criança parecia estar com fome e mamou por cerca de 20 minutos. Depois, dormiu. “O meu coração falou para eu amamentar. Rapidinho ela conseguiu sugar o leite”.

Policiais militares e o Conselho Tutelar chegaram em seguida. A criança foi encaminhada para o Hospital São Marcos, em Nova Venécia. Depois, foi transferida para o hospital em São Mateus, e retornou para Nova Venécia. De acordo com a moradora, ela receberia alta na manhã de segunda (8) e iria para o abrigo.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil confirmou que a suspeita se apresentou na delegacia e foi encaminhada para fazer o exame de DNA. O caso segue sob investigação.

Fonte: Gazeta Online