Capixaba que vivia com nome falso é assassinado no Paraguai

Outros dois brasileiros também foram assassinados. A informação da polícia paraguaia é de que os três têm ligação com o tráfico de drogas.

Três brasileiros foram assassinados no Paraguai, na última quinta-feira (11). Dentre as vítimas, está um capixaba. De acordo com a polícia paraguaia, os três teriam ligação com o tráfico de drogas.

O crime aconteceu na cidade paraguaia de Capitán Bado, que fica a cerca de 400 quilômetros de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. A cidade faz divisa com o Brasil e é considerada a principal fornecedora de maconha para algumas localidades brasileiras, inclusive o Espírito Santo.

Segundo informações da Polícia Civil, o nome do capixaba informado no Paraguai era Júlio César Ovelar, conhecido como Jhone Cabeludo. O nome, no entanto, era falso. Quando o corpo chegou no Departamento Médico Legal de Vitória, a mãe do jovem informou que o nome do filho é outro. A partir desta informação, o corpo será submetido à exames de DNA para identificação.

Fonte: Folha Vitoria.