Conta de energia em Águia Branca e mais 10 Municípios do ES ficará 17% mais cara

A partir da próxima terça-feira (22), a conta de luz vai ficar mais cara para 109 mil consumidores de 11 municípios capixabas que são atendidos pela empresa Luz e Força Santa Maria S.A (ELFSM). A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste médio de 17,07% para os clientes residenciais e o de 10,91% para os industriais. Na prática, o consumidor residencial (classe B1) – que tem um consumo médio de 133 kWh (quilowatts-hora) e paga R$ 86 por mês – vai ter que desembolsar mensalmente cerca de R$ 15 a mais para quitar a sua fatura.

O gerente de regulação da Luz e Força Santa Maria, Alexsandre Ferreira, justificou que o acréscimo na tarifa – bem acima da inflação dos últimos 12 meses (2,71%) – é fruto, principalmente, dos custos que a empresa não gerencia, como a aquisição e a transmissão de energia elétrica. “Em função da mudança na legislação e dos problemas enfrentados pelo setor nos últimos anos, houve um impacto muito grande, por exemplo, nos custos da transmissão de energia, e o preço que a gente paga ao transmissor é diretamente repassado na tarifa.”

Ferreira argumenta que da média geral de reajuste – de 16,48%, considerando as categorias residencial, comercial e industrial – apenas 0,32 ponto percentual (p.p.) é relativo à revisão da própria empresa. “Da parte que nos cabe quase não teve aumento. Ele representou só 0,32 p.p. do acréscimo total, e foi resultado de custos com manutenção, operação, expansão do sistema elétrico e mão de obra”, explica o gerente ao lembrar que a companhia não gera energia e, portanto, compra de grandes geradores, como Furnas e Itaipu, que também elevaram os preços no último ano.

A empresa Luz e Força Santa Maria esclarece que os novos valores só serão calculados a partir do dia 22 e que a cobrança na fatura do mês será proporcional aos dias de consumo. Para além do aumento da ELFSM, o consumidor terá o orçamento ainda mais apertado com a cobrança, neste mês em todo o país, da bandeira vermelha. Isso vai resultar em uma cobrança extra de R$ 3 a cada 100 kWh consumidos.

OS MUNICÍPIOS ATENDIDOS PELA ‘LUZ E FORÇA SANTA MARIA’

1. Alto Rio Novo (Somente o distrito sede)

2. Pancas

3. Águia Branca

4. São Gabriel da Palha

5. Vila Valério

6. São Domingos

7. Governador Lindenberg

8. Colatina

9. Marilândia

10. São Roque do Canaã

11. Santa Teresa (Distritos de Santo Antônio do Canaã, São João de Petrópolis, 25 de Julho)

O AUMENTO

 16,48% é o reajuste médio da energia considerando todas as categorias de consumidores

 17,07% é o reajuste médio para o consumidor residencial

 10,91% é quanto vai aumentar em média o custo na fatura da indústria

AUMENTO NA EDP ESPÍRITO SANTO (ANTIGA ESCELSA)

Desde o dia 7 de agosto, consumidores atendidos pela EDP Espírito Santo tiveram aumento médio de 9,34% nas tarifas. O reajuste foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no dia 31 de julho.

Para os consumidores de alta tensão, que são os indústrias, a alta média foi de 10,9%. Já para os consumidores residenciais, atendidos em baixa tensão, a alta média da tarifa foi de 8,53%. A EDP atende 1,5 milhão de unidades consumidoras no Espírito Santo

Fonte: A Gazeta