Após polêmica, prefeitura de Barra de São Francisco emite nota apontando “culpados” no caso da merenda escolar “azeda”

A diretora da escola, Alessandra Eduardo Andrade Ribeiro, disse que ao tentar reaproveitar um arroz temperado na merenda escolar dos alunos do 7º ao 9º ano, de idades entre 12 a 15 anos, na manhã de segunda-feira (14), foi constatado que ele estava azedo e por isso, tiveram que recolher o alimento para jogar fora e os alunos precisaram comer biscoito para não ficarem com fome.

“Na tentativa de reaproveitar o arroz de sexta-feira que tinha sobrado e estava congelado, o cozinheiro preparou uma quantidade menor de arroz novo, misturou com o outro e deixou na panela para servir. Quando começou a colocar no prato dos alunos, foi constatado que estava cheirando a azedo e precisamos recolher imediatamente a comida, que ninguém comeu. Nenhum pai nos procurou na escola para que pudéssemos esclarecer o fato, só postaram nas redes sociais”.

O cardápio do dia era: arroz, feijão, inhame ensopado com acém e salada de alface com tomate, mas segundo a diretora, como não havia acém no estoque, porque a carne só chegou na manhã desta quarta-feira (16), eles aproveitaram para servir feijão e o arroz que estava temperado com frango desfiado, tempero verde e cenoura.

“Depois disso servimos biscoito para que as crianças não ficassem com fome, porque não dava tempo de preparar outra coisa na hora do desespero. As crianças não se alimentaram com o arroz e ninguém passou mal. Nossa merenda é de excelente qualidade. Foi algo que não deveria ter acontecido, mas só foi percebido na hora de colocar no prato”, informou.

A diretora explicou que nunca houve esse fato anteriormente e que vai redobrar a atenção. “Nunca tivemos isso antes aqui. O nosso cardápio está diversificado e muito melhor do que antes. A prefeitura já veio e fiscalizou. A nutricionista faz vistorias e veio aqui na semana passada. Vamos redobrar a atenção para que não se aproveite mais para não termos mais problemas”, disse.

PREFEITURA PEDE DESCULPAS

A Prefeitura de Barra de São Francisco emitiu nota sobre o fato. Confira na íntegra:

Ao tomar conhecimento, pelas redes sociais, na tarde desta terça-feira (15), de que os alunos do turno matutino da Escola Municipal João Bastos teriam recebido merenda escolar azeda no intervalo, a Prefeitura de Barra de São Francisco, através da Secretaria Municipal de Educação, iniciou de forma imediata uma série de apurações.

Ficou constatado que: as crianças não se alimentaram de comida azeda, mas foram servidas com biscoitos. A equipe responsável pela merenda explicou que, como na segunda-feira (14) o número de alunos foi menor que o de costume, houve sobra significativa do arroz preparado, que foi congelado e acrescentado ao novo arroz, preparado na manhã desta terça-feira (15), o que só ocorreu para evitar o desperdício de alimento.

A Prefeitura de Barra de São Francisco reitera o seu compromisso com a educação municipal e esclarece que não é comum esse tipo de ocorrência na Rede Municipal de Ensino, sendo este o primeiro episódio desta natureza nesta gestão, e de forma exclusiva em uma única unidade de ensino de sua responsabilidade.

O Executivo esclarece ainda que os responsáveis pelo preparo da merenda já foram notificados para não procederem da mesma forma, mesmo que tenham agido com boa intenção.

A alimentação dos estudantes é mantida com rigorosa fiscalização e possui cardápio diversificado elaborado por uma profissional de nutrição.

Ainda assim, a Prefeitura de Barra de São Francisco pede desculpas aos estudantes da Escola Municipal João Bastos, aos pais dos educandos, e a sociedade francisquense pelo ocorrido, e informa que, mesmo tomando todas as medidas necessárias, sabe que todos os profissionais estão sujeitos à falhas.

Fonte: Gazeta Online