BSF: Sem conseguir acordo, professores da rede municipal decidem entrar em greve

Foto: Robertinho

Por 20 votos a favor e 15 contra, foi aprovada a Greve dos Professores da Rede Municipal de Barra de São Francisco. A decisão foi tomada durante Assembleia realizada no Plenário da Câmara Municipal na noite desta quinta-feira, 20 de julho.

A decisão foi tomada após a não manifestação do prefeito Alencar Marim(PT) sobre o reajuste salarial solicitado pela classe, que é de 37,45%. Pessoas ligadas à administração afirmam que a prefeitura não tem condições de dar o reajuste.

Como será a greve?

A Greve dos professores na rede municipal de ensino em Barra de São Francisco, após aprovada, tem 72 horas para iniciar, pois é necessário enviar os documentos para os órgãos, para legalizar o movimento.

Na quarta-feira, 26 de julho de 2017, a greve nas escolas municipais e nas creches funcionará da seguinte maneira:

CRECHES: Os professores receberão os alunos às 9h e as crianças serão liberadas às 15h.

ESCOLAS: Serão 4 aulas de 30 minutos. As aulas na parte da manhã iniciarão às 7h e serão encerradas às 9h. À tarde as aulas iniciarão às 13h e serão encerradas às 15h.