Acusado de matar namorada e enviar vídeo de estupro à mãe dela é condenado a 20 anos de prisão no ES

A jovem, que tinha 24 anos na época, foi morta a facadas no bairro Novo México, em Vila Velha, em junho de 2014.

jovem Thiago Rosa do Sacramento, de 28 anos, acusado de estuprar e matar a namorada Gabryella Oliveira Bonfim, foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado. O júri popular aconteceu nesta segunda-feira (10), no Fórum de Vila Velha, Grande Vitória.

A pena base dele foi fixada em 19 anos, mas, por ele ter confessado, caiu para 17. Entretanto, por ser reincidente, aumentou três anos, resultando em 20 anos em regime fechado, inicialmente.

A jovem, que tinha 24 anos na época, foi morta a facadas, no bairro Novo México, em Vila Velha, em junho de 2014. Antes disso, ela foi estuprada pelo mesmo rapaz, que ainda enviou o vídeo do estupro para a mãe da vítima.

Pelo perfil no Facebook, a mãe da vítima comemorou a chegada do dia do julgamento:

“Finalmente chegou no grande dia .Pessoal que Deus ilumine a todos os juízes promotores e jurados que julguem o casa com muito carinho pois Oque houve com a minha filha Gabryella foi um assassinato cruel .O acusado Tiago rosa do sacramento junto com seu amigo Luca Manhães Brício foram calculistas e cruel . Não me importo com que venham a falar sobre a vida dá Gabryella não me importo ser ela quis ficar com os dois .” Transa ” isso não que dizer nada hoje em dia é coisa tão comum .Mais com tudo isso não que dizer que ela seja uma pessoa s caráter ela assim como qualquer pessoa teve seu momento de fraqueza teve seus erros e final quem não erra ,?? “Que atire a primeira pedra quem nunca pescou ” só pesso que seja julgado a morte em si pois ninguém tem o direito te tira a vida de ninguém oque foi feito com minha linda filha Gabryella foi muito covardia muito maldade Que Deus de toda a sabedoria a todos que vão participar do júri para que a justiça seja feita…”.

Relembre o caso

A jovem, de 24 anos, foi estuprada e assassinada a facadas na noite do dia 23 de junho, no bairro Novo México, em Vila Velha, no Espírito Santo. A ação do crime sexual foi filmada e enviada para o celular da mãe da vítima.

Segundo a polícia, o principal suspeito do crime é o namorado da jovem, um rapaz de 25 anos. O caso foi investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção às Mulheres (DHPM).

De acordo com a polícia, o rapaz ligou para a mãe da jovem momentos antes do crime, dizendo que iria estuprar e matar a namorada. Em seguida, ele enviou um vídeo que registrava a ação para o celular dela.

Na manhã do dia 24, após ver as imagens, a mãe da jovem acionou a polícia. Ao chegarem à casa onde estaria a jovem, os policiais encontraram o corpo dela. “No vídeo, ele violentava a minha filha e ela só gritava, pedindo para ele parar. Então acionei a Polícia Militar e fui até a casa. Eu cheguei primeiro e percebi que havia uma pessoa lá dentro”, contou a mãe da jovem.

Segundo familiares, os dois namoravam há cinco meses, mas parentes da jovem eram contra o relacionamento porque o rapaz é ex-presidiário e usuário de drogas. Além disso, o suspeito tinha ciúmes da vítima e ela já havia sido agredida por ele.